Cuidado | Saúde

Como cuidar de pessoa acamada?

por Madu
6 de julho de 2020

Atenção redobrada e soluções simples podem melhorar o conforto da pessoa acamada

Foto: Lucigerma – Shutterstock

A pouca mobilidade corporal aumenta riscos de saúde para a pessoa acamada. Problemas resultantes de quedas e má respiração são apenas alguns deles. Então, quais cuidados devem ser tomados para melhorar o bem-estar e minimizar complicações sérias no idoso nessa situação? O enfermeiro Ailton da Silva Ribeiro* lista alguns conselhos de como cuidar de pessoa acamada que melhoram a condição do idoso e podem ajudar a prevenir o surgimento ou agravamento de  outros males.

Como cuidar de pessoa acamada

Banho

Devido à instabilidade na postura, jamais deixar o idoso sozinho durante o banho, mesmo em cadeiras apropriadas para a finalidade. Aconselha-se o uso de almofadas na cadeira. Durante o transporte ao banho, cuidado com a pele da pessoa para evitar escoriações graves, pois ela fica muito sensível com o envelhecimento.

Como manter o idoso confortável na cama

Mudar o decúbito da pessoa, ou seja, o lado que está deitada. A cada duas horas alterar os lados: direito, esquerdo, de costas. Além da mudança de lado, utilizar almofadas ou cobertores enrolados para apoiá-la e diminuir a pressão do corpo na cama.  É importante também deixar a região do ombro levemente de lado para evitar a pressão do corpo no próprio ombro. Enquanto a pessoa acamada estiver de lado, colocar um travesseiro entre as pernas para evitar o atrito entre elas. Manter a hidratação da pele da pessoa acamada, principalmente nas regiões do calcanhar, laterais da bacia (pélvis) e áreas extremas de ossos.

Movimentação na cama

A cama, de preferência, deve ser baixa para, em caso de quedas, evitar traumas maiores. Deixar a cama encostada na parede diminui as chances de queda. Barreiras laterais também minimizam esses riscos. É importante que, na movimentação do idoso, o cuidador coloque uma mão nas costas da pessoa acamada e outra na pélvis. Vale lembrar que o cuidador tenha cuidado com sua própria postura.

Alimentação da pessoa acamada

Priorizar alimentos mais macios e de fácil digestão, mesmo que a pessoa tenha boa mastigação. Deve-se ter cuidado no momento de ingestão de líquidos para não ocorrer a broncoaspiração (engasgar-se). Também é importante evitar alimentos de difícil de digestão. como carboidratos, e manter uma dieta leve, pois os movimentos intestinais de idosos são, geralmente, mais lentos.  

Cuidados com a respiração

Sempre deixar o decúbito elevado, ou seja, as costas elevadas. Para isso, utilizar travesseiros. A boa hidratação também melhora a respiração da pessoa acamada, assim como o uso de umidificadores de ar.            

Sinais de alerta

Observar sempre o estado de consciência do idoso. Ao perceber algo diferente do habitual, faz-se urgente o encaminhamento para um serviço de emergência hospitalar. Medir ao menos duas vezes por dia a pressão arterial e controlar a glicemia.

Cuidados básicos e o acompanhamento de profissionais de saúde contribuem e ajudam a entender como cuidar de pessoa acamada para melhorar o seu conforto e o dos próprios cuidadores.

*Ailton da Silva Ribeiro – Possui graduação em ENFERMAGEM pelo CENTRO UNIVERSITÁRIO SÃO CAMILO (2010). Atualmente é membro e revisor científico – Revista Científica Encontro X, Docente de Graduação na Faculdade Estácio de Sá e docente pós-graduação . Estudante do Stricto Sensu na área de Processo do Cuidar em Saúde: da Gênese a Evolução e da Sistematização da Assistência de Enfermagem no Centro Universitário São Camilo. Possui experiência na área de Fisiologia, com ênfase em Fisiologia Geral.

Sobre a autora:

Madu

MADU é uma iniciativa do projeto Rede Bem Estar, realizado pelo Conselho Estadual do Idoso, em parceria com o Grupo Tellus, a Brasilprev e a Liga Solidária. Foi criada para potencializar a relação entre pessoas mais velhas, seus familiares e amigos além de compartilhar conteúdos sobre envelhecimento e velhice.

Madu

Receba conteúdos especiais da Madu pelo seu email

Somos guardiões das memórias afetivas de tudo que vivemos e queremos compartilhá-las. Vamos juntas e juntos construir relações de afeto entre gerações? Te esperamos pra mais essa jornada! Conheça o nosso manifesto clicando aqui.

Veja nosso Manifesto