Diversão | Entretenimento

Músicas em família: como fortalecer o vínculo com canções

por Madu
15 de abril de 2020

Como a música pode ser usada no dia a dia para fortalecer vínculo entre avós, filhos e netos.

Foto: Félix Prado – Unsplash

Imagina que você está em casa ouvindo rádio, quando escuta uma música que traz a você lembranças de um dia da sua infância. Além de nos dar vontade de cantar e dançar, a música ainda tem o poder de nos transportar para diversos momentos, reviver lembranças, sensações e até sentimentos físicos! Ouvir músicas em família pode ser uma poderosa ferramenta para fortalecimento de vínculos.

E por que não usarmos desse contato com a arte para criar novas lembranças e fortalecer vínculos entre pessoas idosas, adultos e jovens? É o que sugere uma pesquisa da Universidade do Arizona, que percebeu que uma criança que teve experiências com músicas em família tende a sentir que o relacionamento entre eles na fase adulta é melhor.

Os pesquisadores encontraram duas respostas para correlação positiva entre a presença da música e uma melhor convivência: a primeira é a coordenação, pois ao fazerem atividades juntas, as pessoas fazem as atividades de forma sincronizada, ou seja, seus corpos se movem no ritmo da música, criando uma conexão entre o jovem e o adulto. A segunda é a empatia, pois ao ouvir, podemos criar sentimentos empáticos pela pessoa que está escutando música ao nosso lado.

A música pode ser uma potente ferramenta de fortalecimento de vínculo com as pessoas idosas!

Dicas de como proporcionar momentos de músicas em família

  1. Uma boa conversa sobre música. Uma dica é iniciar um bate-papo, explorando como cada pessoa escuta música em sua vida. Você já perguntou para a pessoa idosa que convive com você como ela escutava música? Ela escutava músicas em família? Há alguns anos, os equipamentos eram diferentes, os espaços sociais eram diferentes. Que tal descobrir semelhanças e diferenças entre esses hábitos?
  2. Ir a musicais e concertos. Para ouvir música fora de casa e ainda apreciar a arte de rua, uma ideia é procurar que tipos de musicais estão passando em sua cidade. Em muitas cidades, existem atividades artísticas acontecendo durante a semana, ou mesmo nas praças e ruas aos sábados e domingos. Ir passear por esses espaços com uma pessoa idosa é uma excelente forma de apreciar música em família e ainda ter experiências visuais.
  3. Cozinhar. Preparar alimentos é uma experiência em si muito profunda e de grande dedicação ao outro. Quando cozinhamos, estamos nos dedicando não só a atender uma necessidade básica, mas também em nutrir o outro. E nada melhor do que embalar essa atividade tão significativa com uma música divertida em família, que vocês possam ouvir e dançar juntos.
  4. Atividade em casa. Organizar, limpar, consertar algo. Todas essas tarefas podem ser muito automáticas e solitárias, mas se usarem a estratégia da música em família, tudo isso pode ser ainda mais divertido. A pessoa mais jovem pode contribuir com a agilidade, e a pessoa idosa com o planejamento e organização, por exemplo. O importante é fazer junto e “soltar as cadeiras”.
Sobre a autora:

Madu

MADU é uma iniciativa do projeto Rede Bem Estar, realizado pelo Conselho Estadual do Idoso, em parceria com o Grupo Tellus, a Brasilprev e a Liga Solidária. Foi criada para potencializar a relação entre pessoas mais velhas, seus familiares e amigos além de compartilhar conteúdos sobre envelhecimento e velhice.

Madu

Receba conteúdos especiais da Madu pelo seu email

Somos guardiões das memórias afetivas de tudo que vivemos e queremos compartilhá-las. Vamos juntas e juntos construir relações de afeto entre gerações? Te esperamos pra mais essa jornada! Conheça o nosso manifesto clicando aqui.

Veja nosso Manifesto