Dicas

Raças de cachorro para idosos: quais as melhores companhias?

por Daniela Santilli
20 de julho de 2020

Veja aqui algumas raças de cachorro e suas principais características!

Foto: simona pilolla 2 – Shutterstock

Como falado na matéria Benefícios dos pets para idosos, é sabido que cachorros ajudam, e muito, na qualidade de vida de idosos que moram sozinhos, e até mesmo daqueles que moram com seus familiares. A pergunta é: qual a raça de cachorro mais adequada para idosos?

Afinal, qual a melhor raça de cachorro para idosos?

Vira-latas são gentis, companheiros, inteligentes, resistentes. Grande parte deles aprendem tudo sozinhos, quase não precisam de adestramento. São carentes de atenção e carinho, e dão em dobro tudo que recebem. Um dos pontos positivos é que podem ser adotados, ou seja, o idoso ainda salva uma vida. Quer coisa mais valiosa que isso? O mais importante aqui é passar por um bom veterinário. Depois é ser feliz!

Shih Tzu, uma raça de cachorro para idosos tranquila, que precisa de pouco exercício físico. Indicada para as pessoas que gostam mais de ficar em casa, sem muita disposição para caminhar. Adora dar e receber carinho. Em relação aos cuidados, os pelos são o que mais exigem atenção.

Para idosos que moram num espaço pequeno e gostam de passear por aí, o Yorkshire é uma opção. De porte pequeno, são leves, inteligentes, alegres e são um ótimo cão de guarda.

Os Pugs adaptam-se facilmente a ambientes e estilos de vida. São leais e exigem poucos cuidados com a pelagem. O ponto fraco em relação à sua saúde são os problemas respiratórios que costumam ter. 

O Boston Terrier é uma raça de cachorro para idosos fácil de adestrar. Aprende os comandos com rapidez, sendo essa uma das razões de serem ótimos parceiros. Uma raça gentil, não exige grandes cuidados e super companheiros. Ah, eles tem muita energia, então é importante que seu dono o acompanhe no pique do dia a dia.

O Schnauzer tem três tamanhos: miniatura, standart (padrão) e gigante. O miniatura é talvez o mais indicado para uma pessoa idosa. De qualquer forma, é uma raça ótima para ser um cão vigia. Late sempre que houver alguma coisa suspeita. Ele não é um cão de guarda e sim, um cão ótimo para alertas. É uma raça afetuosa, cheia de energia e perfeita para quem possui netos em casa. 

E o pequeno Maltês, conhecido como “cão de colo”? Inseparáveis do dono, não conseguem ficar sozinhos. Se você passa mais tempo em casa do que fora, e quer um cão tipo “filho”, esse é uma ótima opção. Importante saber que é uma raça teimosa, portanto precisa ser adestrado, ou pode virar sua vida de cabeça para baixo. Há quem adore exatamente essas características no pequeno notável. Ele precisa gastar energia, portanto, passeios regulares são fundamentais.

E o irresistível Cavalier King Charles Spaniel, super obediente e de temperamento dócil? O único ponto a ser levado em consideração é não gostar de viver isolado e sozinho. Gosta e precisa estar perto do dono e das crianças da família.

Basta ver um Golden Retriever nas ruas, que todo mundo se aproxima para agradar. Uma raça de cachorro para idosos dócil, tranquila e muito carinhosa. Como uma raça grande e de pelo longo, precisa de cuidados e espaço, ou de diversas caminhadas durante o dia. Uma característica da raça é a necessidade de se exercitar, pois podem se deprimir e ficar doentes em casos de sedentarismo. Também é uma raça que precisa ser adestrada, pois adoram destruir os pés dos sofás e outros móveis da casa.

Fonte: Angélica Lang Klaussner

Sobre a autora:

Daniela Santilli

Daniela Santilli, fundadora do Plano Cuida Idoso, onde escreve e compartilha sobre cuidados, direitos e experiências com a terceira idade, formada cuidadora de idosos pela Cruz Vermelha, estudante de Gerontologia. Atua no mercado atendendo a pessoa idosa e seus familiares em casa, onde trabalha segurança, organização, afeto e reinserção social da pessoa idosa.

Madu

Receba conteúdos especiais da Madu pelo seu email

Somos guardiões das memórias afetivas de tudo que vivemos e queremos compartilhá-las. Vamos juntas e juntos construir relações de afeto entre gerações? Te esperamos pra mais essa jornada! Conheça o nosso manifesto clicando aqui.

Veja nosso Manifesto