Cuidadores de idosos

Preciso contratar um cuidador, e agora?

por Daniela Santilli
8 de janeiro de 2020

Quais os principais pontos a serem levados em conta na hora de contratar um cuidador de idosos?

Foto: michaeljung – Shutterstock

Um dos maiores desafios de se ter uma pessoa idosa em casa é encontrar um cuidador ou uma cuidadora. São várias as características que devem ser levadas em consideração:

As necessidades da pessoa idosa: ela é independente e autônoma ou precisa de cuidados especiais?

Uma pessoa idosa independente e autônoma precisa apenas de uma companhia. Nesse caso, pode ser um(a) amigo(a) que esteja aposentado ou desempregado. Mas é bom ter em mente que a saúde da pessoa idosa pode piorar e ela pode vir a precisar de cuidados mais específicos.

Quais os direitos de um cuidador?

Por não ser uma profissão regulamentada, a lei que se costuma usar como parâmetro é a mesma usada para uma secretária do lar, até mesmo na hora do registro. As opções mais seguras são: fazer o registro em carteira ou contratar o(a) cuidador(a) via MEI (Microempreendedor Individual), para que possa emitir nota fiscal. 

Quanto ganha um cuidador e qual a carga horária desses profissionais?

Os valores diários giram em torno de:

– R$ 120,00 a R$ 150,00 + transporte durante o dia

– R$ 160,00 a R$ 250,00 + transporte a noite

– finais de semana e passar dias seguidos são mais caros, e geralmente é feito um acordo entre familiares e prestadores de serviços

Cuidadores podem levar as refeições de casa ou a família fornece a refeição, vai de acordo com o que combinarem. Caso o cuidador tenha que levar a refeição de casa, cobra-se um extra pela refeição que pode variar de R$ 10,00 a R$ 15,00. O plantão de um(a) cuidador(a) costuma ser de 12 horas. O ideal seria de 8 horas.

Que tipo de cuidador eu preciso: cuidador de idosos, técnico em enfermagem ou de enfermeiro, homem ou mulher?

De acordo com as necessidades da pessoa idosa, você poderá entender que tipo de profissional precisa contratar: homem, mulher, técnico, enfermeiro ou cuidador. 

O que um(a) cuidador(a) não pode fazer?

Aplicar injeções, fazer curativos complexos e utilizar um aparelho que precisa de conhecimentos técnicos. Ou seja: cuidadores são, na maioria dos casos, indicados para fazer companhia, ministrar remédios, dar banho, cuidar da higiene pessoal e da alimentação. 

Já técnicos de enfermagem e enfermeiros são indicados quando a pessoa idosa necessita de procedimentos específicos. Nesses casos, veja se o plano e saúde oferece a mão de obra. Alguns planos enviam um profissional para fazer o procedimento uma vez por dia na casa do paciente, e o resto do tempo o cuidador fica com o idoso. Os casos são específicos, não há regras. 

A dica fundamental para selecionar um(a) cuidador(a) além das citadas acima é:

– a pessoa idosa e a família devem gostar do(a) cuidador(a)

– devem ser solicitados os documentos originais e cópia (xerox) de todos eles, assim como comprovante de endereço nominal

– averiguar se a pessoa tem algum problema com a justiça.

É muito delicada a parte de averiguar o passado com a justiça, mas é fundamental, uma vez que você está colocando uma pessoa para trabalhar dentro da sua casa, cuidando da pessoa mais importante para você. Só assim é possível evitar esses casos que estamos cansados de ler nos jornais. Eles acontecem muito por culpa dos contratantes que, na hora do desespero, ao encontrar com uma pessoa de boa aparência, sorridente e educada, a colocam rapidamente dentro de casa. Quem sabe um dia este parágrafo não precise existir.

Quero me tornar um cuidador, onde estudar?

Os cursos recomendados são pagos, têm certificados, são presenciais e têm uma carga horária maior. Desconfie de cursos de 2 dias e cursos on-line!

Cruz Vermelha

SENAC 

HCFMUSP 

Claretiano 

Sobre a autora:

Daniela Santilli

Daniela Santilli, fundadora do Plano Cuida Idoso, onde escreve e compartilha sobre cuidados, direitos e experiências com a terceira idade, formada cuidadora de idosos pela Cruz Vermelha, estudante de Gerontologia. Atua no mercado atendendo a pessoa idosa e seus familiares em casa, onde trabalha segurança, organização, afeto e reinserção social da pessoa idosa.

Madu

Receba conteúdos especiais da Madu pelo seu email

Somos guardiões das memórias afetivas de tudo que vivemos e queremos compartilhá-las. Vamos juntas e juntos construir relações de afeto entre gerações? Te esperamos pra mais essa jornada! Conheça o nosso manifesto clicando aqui.

Veja nosso Manifesto