Cuidadores de idosos | Dicas | Saúde

Dicas de cuidados para doenças crônicas no idoso

por Daniela Santilli
6 de maio de 2020

Como orientar e instruir um cuidador de idosos em casos de doenças crônicas

Foto: fizkes – Shutterstock

Se a família opta por ter um cuidador informal para a pessoa idosa, é muito importante que, em casos de doenças crônicas, o cuidador seja devidamente instruído e treinado. Cuidador informal é aquele que não tem formação profissional. Pode ser um amigo, um conhecido ou mesmo alguém da família. Veja mais sobre isso neste texto.

Leve o cuidador  à consulta com o médico especialista e peça ao médico que ensine ao cuidador os procedimentos necessários. Se os familiares souberem, eles poderão treinar o cuidador depois da consulta com o profissional. Mas atenção: além de ensinar e treinar, cheque se o cuidador realmente compreendeu como deve agir. Faça perguntas com situações diferentes sobre como se dão as doenças crônicas no idoso, e veja se as respostas estão corretas.

Em alguns casos,  um cuidador informal não poderá realizar as tarefas necessárias, e você deverá contratar pelo menos um técnico de enfermagem.

#ficadica imprima todas as informações importantes sobre a pessoa idosa e cole num lugar visível: geladeira, ao lado do telefone, perto da cama, etc.

  • Lista de remédios com horários – coloque também o nome genérico para evitar confusões, exemplo: Nome do remédio, nome genérico e horário
  • Lista de alimentos que devem ser ingeridos – se houver
  • Lista de pressão arterial aceitável para a pessoa idosa
  • Lista da glicemia normal para a pessoa idosa
  • Lista de tudo que deve ser EVITADO pela pessoa idosa, caso haja restrições

Ao final, coloque também todos os contatos de emergência: responsável, médico, SAMU, bombeiros, hospital, pronto-socorro

Ter tudo à mão ajuda muito em casos de emergência, inclusive a manter a calma.

Sobre a autora:

Daniela Santilli

Daniela Santilli, fundadora do Plano Cuida Idoso, onde escreve e compartilha sobre cuidados, direitos e experiências com a terceira idade, formada cuidadora de idosos pela Cruz Vermelha, estudante de Gerontologia. Atua no mercado atendendo a pessoa idosa e seus familiares em casa, onde trabalha segurança, organização, afeto e reinserção social da pessoa idosa.

Madu

Receba conteúdos especiais da Madu pelo seu email

Somos guardiões das memórias afetivas de tudo que vivemos e queremos compartilhá-las. Vamos juntas e juntos construir relações de afeto entre gerações? Te esperamos pra mais essa jornada! Conheça o nosso manifesto clicando aqui.

Veja nosso Manifesto