Cuidadores de idosos

Como socorrer uma pessoa em caso de queda?

por Daniela Santilli
2 de março de 2020

O que devo fazer se uma pessoa idosa sofrer uma queda?

Fonte: National Cancer Institute – Unsplash

Quais os riscos quando uma pessoa da terceira idade cai?

A queda é a segunda maior causa de mortes acidentais em todo o mundo e uma das maiores causas de internação de pessoas idosas no Brasil.

Em alguns casos, a queda pode inclusive ser a indicação de algum outro problema de saúde.

Entre 1996 a 2012, ocorreram mais de 66 mil óbitos por quedas e quase um milhão de internações

Segundo o Ministério da Saúde, entre 1996 a 2012, ocorreram mais de 66 mil óbitos por quedas e quase um milhão de internações com diagnóstico secundário associado a esse agravo em pessoas com sessenta anos de idade ou mais. Nesse período, a taxa de mortalidade de idosos em decorrência de quedas nas capitais brasileiras aumentou 200%, passando de 1,25 para 3,75/10.000 idosos, com incremento de 15% ao ano.

Estima-se que há uma queda para um em cada três indivíduos com mais de 65 anos e que, um em vinte daqueles que sofreram uma queda sofram uma fratura ou necessitem de internação. Dentre os mais idosos, com 80 anos ou mais, 40% caem a cada ano. Dos que moram em asilos e casas de repouso, a frequência de quedas é de 50%. A prevenção de quedas é tarefa difícil devido à variedade de fatores que as predispõem.

Pesquisas revelam que a partir dos 60 anos a pessoa idosa sofre uma queda por ano. Esse acidente pode causar internação por necessidade de cirurgia. A partir dos 80 anos, essa porcentagem pode aumentar em até  40%.

A distribuição das causas difere entre idosos institucionalizados e os não-institucionalizados.

  • Para moradores de asilos e casas de repouso, as quedas são em decorrência de distúrbios de marcha, equilíbrio, vertigem e confusão mental.
  • Para pessoas não institucionalizadas, as quedas são por problemas ambientais, seguidos de fraqueza/distúrbios do equilíbrio e marcha, “síncope de pernas”, tontura/vertigem, alteração postural/hipotensão ortostática, lesão do Sistema Nervoso Central, síncope e outras causas.

Como prevenir quedas? Várias ações devem ser feitas na casa da pessoa idosa.

  1. Manter os ambientes bem iluminados.
  2. Evitar tapetes em casa.
  3. Instalar barras de segurança em banheiros. Escadas e corredores também devem ter, para serem usados como apoio.
  4. Usar sapatos fechados com solado de borracha. 
  5. NÃO andar de meia pela casa.
  6. Colocar tapete antiderrapante no banheiro.
  7. Evitar andar em áreas com piso úmido.
  8. Evitar encerar a casa.
  9. Evitar móveis e objetos espalhados pela casa.
  10. Proteger as quinas dos móveis
  11. Deixar uma luz acesa à noite, para o caso de precisar se levantar.
  12. Esperar que o ônibus pare completamente para você subir ou descer.
  13. Utilizar sempre a faixa de pedestre e ter atenção aos desníveis das calçadas.
  14. Se necessário, usar bengalas, muletas ou outros instrumentos de apoio.

O que devo fazer se a pessoa idosa cair?

  1. Mantenha a calma. Lembre-se de não falar nada de negativo na frente da pessoa idosa.
  2. Cheque se a pessoa idosa está consciente. Certifique-se de que não haja sangramento e pergunte se ela sente dores e onde estão as dores. Não faça alarde caso haja sangramento.
  3. Se você estiver sozinha (o) e perceber que pode ser grave, mantenha a calma e chame ajuda do SAMU, do Corpo de Bombeiros da sua cidade, e ligue para uma pessoa de confiança.
  4. Se a pessoa idosa tiver plano de saúde, verifique se existe o serviço de resgate.
  5. Se tiver certeza de que não foi grave, ajude a pessoa idosa a se acalmar, respire fundo com ela e não dê bronca. Deixe-a numa posição confortável e ajude-a a se levantar vagarosamente para evitar que ela fique tonta.
  6. Caso ainda assim for necessário ir até o hospital, leve-a de forma que ela não se mexa muito.

Para saber mais

Cruz Vermelha – https://subbackup.cruzvermelhasp.org.br/
Sociedade Brasileira de Atendimento Integrado ao Trauma (SBAIT) – http://www.sbait.org.br/files/guia_idoso.pdf
Ministério da Saúde – Quedas em idosos: um problema de saúde pública

Sobre a autora:

Daniela Santilli

Daniela Santilli, fundadora do Plano Cuida Idoso, onde escreve e compartilha sobre cuidados, direitos e experiências com a terceira idade, formada cuidadora de idosos pela Cruz Vermelha, estudante de Gerontologia. Atua no mercado atendendo a pessoa idosa e seus familiares em casa, onde trabalha segurança, organização, afeto e reinserção social da pessoa idosa.

Madu

Receba conteúdos especiais da Madu pelo seu email

Somos guardiões das memórias afetivas de tudo que vivemos e queremos compartilhá-las. Vamos juntas e juntos construir relações de afeto entre gerações? Te esperamos pra mais essa jornada! Conheça o nosso manifesto clicando aqui.

Veja nosso Manifesto