Cuidado | Saúde

Posso visitar a família na quarentena?

por Daniela Santilli
30 de julho de 2020

Como fazer quando durante a quarentena bate uma vontade de ver os filhos, netos, irmãos, tios e amigos?

Foto: Ulza – Shutterstock

Todos nós sentimos essa vontade em vários momentos destes mais de 100 dias isolados. E visitar a família na quarentena, pode? Quais as precauções a serem tomadas neste momento de reabertura para uma pessoa idosa que deseja encontrar sua família? 

A primeira atitude é decidir se deve ou não realizar esse encontro. É importante lembrar que essa atitude ainda é muito controversa entre os especialistas. Eles dizem que o melhor é esperar a pandemia “se acalmar”. Portanto, todo cuidado é pouco.  

Quando pensamos em crianças, vale ressaltar que mesmo sendo assintomáticas na maior parte das vezes, não se sabe se podem ou não transmitir para outras pessoas. Lembre-se também de que pessoas idosas são grupo de risco da COVID-19.

Visitar a família na quarentena: agora é diferente. Siga rigorosamente estas dicas:

  • Qualquer pessoa que tenha tido algum sintoma no último mês, ou que tenha estado em áreas de risco, deve ficar fora do encontro para maior segurança de todos, e evitar visitar a família na quarentena. Os sintomas são: febre, diarreia e/ou dores abdominais. As áreas de risco são: hospitais, casa de um paciente adoecido e de profissionais da área de saúde.
  • Todos os participantes do encontro devem usar máscaras, com exceção das crianças de até 2 anos. Evite expor gestantes e crianças de colo em fase de amamentação nesses encontros.
  • As visitas devem ser breves.
  • É importante manter 1,5 metro de distância entre cada membro. Cuidado com crianças e avós que tendem a correr para o abraço. Melhor explicar para os pequenos que, dessa vez, o abraço não poderá acontecer.
  • Marque um encontro num ambiente aberto, ao ar livre. Praça ou quintal. Se não for possível fazer o encontro ao ar livre, abra todas as janelas e portas do ambiente. É importante que haja circulação de ar no espaço do encontro.
  • Não compartilhem refeições. Se for o caso, cada um leva a sua bebida para fazer um brinde, sem que haja troca de copos, garrafas ou guardanapos.
  • Higienize sapatos e maçanetas antes de entrar e depois de sair. 
  • Ao voltar para casa, todas as roupas devem ser colocadas na máquina de lavar, e: banho!

E aquelas cenas que vimos das pessoas poderem se abraçar estando praticamente embrulhadas em capas de chuva ou sacos plásticos?

Em casos bem específicos, pode até acontecer. Mas como no Brasil a pandemia parece longe de estar controlada, melhor evitar visitar a família na quarentena.

Cuide de quem você ama e cuide de você também.

Sobre a autora:

Daniela Santilli

Daniela Santilli, fundadora do Plano Cuida Idoso, onde escreve e compartilha sobre cuidados, direitos e experiências com a terceira idade, formada cuidadora de idosos pela Cruz Vermelha, estudante de Gerontologia. Atua no mercado atendendo a pessoa idosa e seus familiares em casa, onde trabalha segurança, organização, afeto e reinserção social da pessoa idosa.

Madu

Receba conteúdos especiais da Madu pelo seu email

Somos guardiões das memórias afetivas de tudo que vivemos e queremos compartilhá-las. Vamos juntas e juntos construir relações de afeto entre gerações? Te esperamos pra mais essa jornada! Conheça o nosso manifesto clicando aqui.

Veja nosso Manifesto