Cidadania

Sobre o Fórum Violência contra o Idoso nos tempos de COVID-19

por Madu
18 de junho de 2020

Veja aqui como foi o Fórum Violência contra o Idoso realizado em junho, mês dedicado à proteção da pessoa idosa

Foto: Pixel-Shot – Shutterstock

No último dia 15 de junho, aconteceu o Fórum Violência Contra o Idoso nos Tempos do COVID-19. O evento foi organizado pelo Conselho Estadual do Idoso de São Paulo (CEI-SP), pela Secretaria de Desenvolvimento Social do Estado de São Paulo (SEDS) e pela Escola de Desenvolvimento Social do Estado de São Paulo (EDESP). O evento promoveu a reflexão sobre a violência contra o idoso, e ações assertivas contra esses abusos.

O Fórum, que aconteceu on-line, contou com a participação dos seguintes membros: Vera Lucia do Nascimento Fritz – Presidente do CEI, Tomas Freund – Vice-presidente do CEI, Marília Anselmo Viana da Silva Berzins – Presidente do Observatório de Longevidade Humana e Envelhecimento (OLHE), Yeda Duarte – Coordenadora do Estudo Saúde, Bem-Estar e Envelhecimento (SABE), Prof. David Araujo Campos – Diretor da Edesp e de Célia Parners,  Secretária Estadual de Desenvolvimento Social de São Paulo.

Na abertura do Fórum, Célia Partner alertou sobre a gravidade do problema dizendo que é “inconcebível que exista (violência contra o idoso), e que seja preciso um dia para que haja conscientização de uma coisa que jamais deveria existir, que é a violência contra a pessoa idosa, que já tem múltiplas vulnerabilidades da idade avançada e fragilidades associadas às questões de saúde, às questões de saúde mental, às questões financeiras e de suporte financeiro e, ainda (o idoso está sujeito), a mais um agravante, que é a violência”.

Durante o evento, Berzins disse que um dos grandes desafios para a sociedade é não naturalizar a violência: “quanto mais nós naturalizamos a violência, mais nos afastamos da nossa capacidade de se indignar com a violência”.

Já Yeda Duarte ressaltou que o COVID-19 deu visibilidade à população idosa em situação de fragilidade e que é ridicularizada por sair de casa durante a pandemia.  “A cidade de São Paulo, por exemplo, tem 290 mil idosos que moram sozinhos. Desses, 96 mil não consegue usar o telefone fixo ou celular. Como é que ele acessa algo na quarentena?”, questiona.

Para assistir o conteúdo completo do Fórum, acesse o canal da EDESP disponível no Youtube ou clique diretamente no link de acesso à transmissão: bit.ly/forumdoidoso

Sobre a autora:

Madu

MADU é uma iniciativa do projeto Rede Bem Estar, realizado pelo Conselho Estadual do Idoso, em parceria com o Grupo Tellus, a Brasilprev e a Liga Solidária. Foi criada para potencializar a relação entre pessoas mais velhas, seus familiares e amigos além de compartilhar conteúdos sobre envelhecimento e velhice.

Madu

Receba conteúdos especiais da Madu pelo seu email

Somos guardiões das memórias afetivas de tudo que vivemos e queremos compartilhá-las. Vamos juntas e juntos construir relações de afeto entre gerações? Te esperamos pra mais essa jornada! Conheça o nosso manifesto clicando aqui.

Veja nosso Manifesto