Cidadania

O que é e como funciona o programa Melhor em Casa

por Madu
23 de julho de 2020

Atendimento de saúde domiciliar é uma política pública do governo federal para pessoas com pouca ou nenhuma mobilidade

Foto: Rido – Shutterstock

O Programa Melhor em Casa é um serviço indicado para pessoas que apresentam dificuldades temporárias ou definitivas para sair da casa e chegar até uma unidade básica de saúde, ou ainda, para pessoas que estejam em situações nas quais o tratamento domiciliar seja mais indicado.

O tratamento domiciliar visa proporcionar ao paciente um cuidado mais próximo da rotina da família, evitando hospitalizações desnecessárias e diminuindo o risco de infecções.

Nos casos em que o paciente precisa ser visitado semanalmente ou com maior frequência, ele poderá ser acompanhado por equipes específicas de Atenção Domiciliar, como as que fazem parte do Programa Melhor em Casa.

O atendimento é realizado por equipes multidisciplinares, formadas prioritariamente por médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem e fisioterapeuta ou assistente social.

Outros profissionais (fonoaudiólogo, nutricionista, odontólogo, psicólogo, terapeuta ocupacional e farmacêutico) poderão compor as equipes de apoio. Cada equipe poderá atender, em média, 60 pacientes, simultaneamente.

Benefícios do Programa Melhor em Casa

  • Melhorar e ampliar a assistência do SUS a pacientes com agravos de saúde, que possam receber atendimento humanizado, domiciliar, e perto da família
  • Estudos apontam que bem-estar, carinho e atenção familiar, aliados à adequada assistência em saúde são elementos importantes para a recuperação de doenças
  • Pacientes submetidos a cirurgias e que necessitam de recuperação, quando atendidos em casa, apresentam redução dos riscos de contaminação e infecção
  • O Programa Melhor em Casa representa um avanço para a gestão de todo o sistema público de saúde, já que ajudará a desocupar os leitos hospitalares, proporcionando um melhor atendimento e regulação dos serviços de urgência dos hospitais

Adesão ao Programa Melhor em Casa

Para ter equipes do Programa Melhor em Casa, os municípios e/ou Estados devem aderir ao programa do governo federal. Para tanto, deverão fazer uma solicitação de custeio dessas equipes por meio do Sistema de Apoio à Implantação de Políticas de Saúde (SAIPS).

Para solicitar habilitação para o custeio das equipes do Programa Melhor em Casa, o município precisará fornecer informações referentes a: dados demográficos e epidemiológicos do município, objetivos, quantidade de equipes, profissionais, estruturação da rede no município, infraestrutura, educação permanente dos profissionais e suporte aos cuidadores, monitoramento e avaliação.

Confira a lista de municípios contemplados clicando aqui.

O Programa Melhor em Casa tem o objetivo de proporcionar um atendimento humano com menos riscos ao paciente, idoso ou não. Se a sua cidade não aderiu ao programa, cobre os representantes para a implantação do serviço ou a criação de outro com as mesmas características.

Fonte: Ministério da Saúde

Sobre a autora:

Madu

MADU é uma iniciativa do projeto Rede Bem Estar, realizado pelo Conselho Estadual do Idoso, em parceria com o Grupo Tellus, a Brasilprev e a Liga Solidária. Foi criada para potencializar a relação entre pessoas mais velhas, seus familiares e amigos além de compartilhar conteúdos sobre envelhecimento e velhice.

Madu

Receba conteúdos especiais da Madu pelo seu email

Somos guardiões das memórias afetivas de tudo que vivemos e queremos compartilhá-las. Vamos juntas e juntos construir relações de afeto entre gerações? Te esperamos pra mais essa jornada! Conheça o nosso manifesto clicando aqui.

Veja nosso Manifesto