Carreira | Negócios

Terceira idade: como fazer um currículo

por Paulo Ishimaru
27 de julho de 2020

Com curiosidade e prática, a busca de um novo emprego via internet aumenta as chances de recolocação no mercado

Foto: fizkes – Shutterstock

O atual momento de pandemia pode ser uma oportunidade para a pessoa de terceira idade criar seu currículo online, se quer ou precisa voltar ao mercado de. A maioria dos profissionais que fazem recrutamento e seleção utilizam plataformas digitais para buscar candidatos, seja para uma vaga de estágio ou para uma vaga diretiva. Por isso, é fundamental que o idoso procure utilizar as ferramentas online disponíveis no mercado. A psicóloga e consultora de Recursos Humanos Kátia Armesto* responde algumas perguntas sobre mercado de trabalho para idosos e dá dicas de como fazer um currículo.

Com um mercado tão dinâmico e em constante transformação, a pessoa de terceira idade ainda tem espaço nas empresas?

As empresas que possuem profissionais mais velhos em seu quadro de funcionários relatam que eles trazem equilíbrio a um ambiente com muitos jovens pois têm mais calma, lidam melhor com crises e apresentam jogo de cintura para resolução de problemas. Estes profissionais também costumam ser bastante comprometidos, ter menor turnover (rotatividade de funcionários na empresa) e baixo absenteísmo (faltas).

Como se planejar para uma nova oportunidade de trabalho?

Muitas vezes, a falta de planejamento da carreira pode atrapalhar a descoberta de novas possibilidade de trabalho. Um desligamento inesperado ou uma aposentadoria são oportunidades de mudarmos a direção e começarmos uma carreira de forma mais estruturada. É um momento de reflexão e possibilidades de novas escolhas! Algumas empresas possuem programas de estágio para a terceira idade, possibilitando iniciar esta nova carreira de forma estruturada.

A experiência de pessoas da terceira idade são valorizadas pelas empresas?

Os profissionais mais maduros costumam ser vistos pelas empresas como comprometidos e com grande senso de responsabilidade. Os conhecimentos e experiência adquiridos ao longo da carreira precisam ser apresentados e valorizados em um processo seletivo, pois é um diferencial que pode destacá-los!

Como a pessoa de terceira idade pode procurar um novo emprego?

É importante estar aberto ao novo, ser curioso e explorar as novas plataformas, novas ferramentas. Hoje, os processos seletivos acontecem remotamente e o uso de plataformas para envio de currículo, realização de testes e gravação de vídeos aumentou bastante. Acredito que as entrevistas online já foram incorporadas ao processo de recrutamento e continuarão fazendo parte dele, mesmo com o retorno no formato presencial.

Onde a pessoa idosa pode procurar novas oportunidades?

Atualmente é possível buscar novas oportunidades de trabalho sem investimentos. O Linkedin, por exemplo, é uma rede social profissional muito conhecida que reúne oportunidades de diversas empresas em diferentes áreas e segmentos e que também permite ampliar a rede de contatos. Mas existem plataformas específicas para algumas áreas ou focadas em determinados públicos. Um exemplo é a Maturi,plataforma que trabalha diversas oportunidades para profissionais acima dos 50 anos.

Independente da plataforma escolhida, Kátia ressalta alguns pontos importantes para criar um perfil atrativo na rede. O principal deles é manter as informações sempre atualizadas e disponibilizar alguma forma de contato (telefone e/ou e-mail).

Como fazer um currículo online no Linkedin, que é a plataforma onde a maioria dos recrutadores procuram candidatos segundo a psicóloga?

1 – Tenha uma foto com uma boa resolução e um fundo neutro;

2 – Escreva um texto falando da sua trajetória profissional para o campo Sobre;

3 – Descreva as atividades realizadas nas suas experiências profissionais;

4 – Conecte-se com pessoas relacionadas à área de atuação que você está buscando;

5 – Siga profissionais que compartilham conteúdos relevantes e interessantes;

6 – Conecte recrutadores que trabalhem vagas da área que você pretende atuar;

7 – O seu perfil tem que ter palavras relacionadas a sua experiência (Exemplo: Panificador, Contador, Eletricista, Advogado, etc);

8 – Aceite novas conexões (contatos),

9 – Buscar e se inscrever em vagas devem fazer parte da sua rotina;

10 – Verifique, com certa frequência, o recebimento de novas mensagens no e-mail que foi disponibilizado para contato.

Além das dicas de como fazer um currículo, Kátia finaliza com a afirmação que “nunca é tarde ou cedo para aprender e não tem problema nenhum nos darmos conta de que não sabemos algo. Estamos sempre aprendendo coisas novas”.

*Kátia Armesto é psicóloga, consultora de carreira, headhunter e pós-graduada em gestão de pessoas

Sobre o autor:

Paulo Ishimaru

Profissional de comunicação com formação em Jornalismo e pós-graduação em Gestão Estratégica de Negócios. Cursou Ciências Sociais e acredita que a comunicação, aliada à tecnologia, é uma das grandes ferramentas de transformação social e empresarial. Professor universitário nos cursos de Jornalismo, Marketing e Design.

Madu

Receba conteúdos especiais da Madu pelo seu email

Somos guardiões das memórias afetivas de tudo que vivemos e queremos compartilhá-las. Vamos juntas e juntos construir relações de afeto entre gerações? Te esperamos pra mais essa jornada! Conheça o nosso manifesto clicando aqui.

Veja nosso Manifesto