Carreira

Empreendedorismo na terceira idade: como fazer?

por Madu
27 de agosto de 2020

Idade avançada não é uma barreira para empreender

Foto: Dragon Images – Shutterstock

O Serviço Brasileiro de Apoio às Micros e Pequenas Empresas (Sebrae) realizou uma pesquisa com pessoas com mais de 50 anos de idade, e os resultados mostraram que 80% dos entrevistados desejam possuir seus próprios negócios. Essa tendência pode ser chamada de empreendedorismo na terceira idade.

A pesquisa identificou que 60% dos entrevistados desejam atuar no comércio, e 30% na área de serviços. As principais motivações para empreender foram: completar a renda familiar (49,7), ter uma atividade ocupacional após aposentadoria (21%) e sustentar a família (21%).

Para orientar o empreendedorismo na terceira idade, o Sebrae criou a cartinha “Empreender na Aposentadoria”.  Nela, o futuro empreendedor recebe dicas para dar “os primeiros passos” do negócio. Segundo o Sebrae, “A pessoa que empreende na aposentadoria tem uma grande bagagem de conhecimentos adquiridos ao longo da vida”.

Perfil para o empreendedorismo na terceira idade

O Sebrae listou na cartilha as características do empreendedor mapeadas pelo psicólogo americano David McClelland em parceria com a Organização das Nações Unidas (ONU). São elas:

1. Busca de oportunidade e iniciativa

2. Persistência

3. Correr riscos calculados

4. Exigência de qualidade e eficiência

5. Comprometimento

6. Busca por informação

7. Estabelecimento de metas

8. Planejamento e monitoramento sistemático

9. Persuasão e rede de contatos

10. Independência e autoconfiança

Ideias de negócios

O empreendedorismo na terceira idade pode ser concretizado na forma da comercialização de competências adquiridas pela pessoa ao longo da vida. Para os casos em que o idoso não tenha ideias, o Sebrae disponibiliza em seu portal um catálogo de sugestões de negócios de vários segmentos. Basta clicar aqui para ter acesso.

Plano de Negócios

Ter a motivação e o conhecimento da atividade para empreender é fundamental para o sucesso do negócio, mas não o suficiente. O desenvolvimento de um Plano de Negócios pode ser o diferencial entre o sucesso e fracasso da empresa.

O Plano de Negócios descreve os objetivos do negócio, as etapas a serem realizadas e levanta informações do mercado, como: concorrência, diferenciais, fornecedores, parcerias, fontes de receita, despesa e tudo que está relacionado com a empresa a ser criada.

Com essas informações, o empreendedor tem a tranquilidade de verificar pontos a serem corrigidos mesmo antes da abertura do negócio. Saiba como montar um plano de negócios clicando aqui.

Como todo negócio, o empreendedorismo na terceira idade está sujeito às leis fiscais, tributárias, trabalhistas, ambientais e de segurança. Consultar um contador de confiança para a abertura da empresa é essencial.

Buscar orientações gratuitas no Sebrae ou institutos de fomento ao empreendedorismo  para eliminação de dúvidas e capacitação auxilia a criação de negócios lucrativos e sustentáveis.

Fonte: Sebrae

Sobre a autora:

Madu

MADU é uma iniciativa do projeto Rede Bem Estar, realizado pelo Conselho Estadual do Idoso, em parceria com o Grupo Tellus, a Brasilprev e a Liga Solidária. Foi criada para potencializar a relação entre pessoas mais velhas, seus familiares e amigos além de compartilhar conteúdos sobre envelhecimento e velhice.

Madu

Receba conteúdos especiais da Madu pelo seu email

Somos guardiões das memórias afetivas de tudo que vivemos e queremos compartilhá-las. Vamos juntas e juntos construir relações de afeto entre gerações? Te esperamos pra mais essa jornada! Conheça o nosso manifesto clicando aqui.

Veja nosso Manifesto