Alimentação | Cuidado

Desidratação na terceira idade

por Daniela Santilli
10 de março de 2020

Por que, na velhice, as pessoas começam a esquecer de beber água? Quais as consequências disso para a saúde da pessoa idosa e quais as estratégias para prevenção?

Foto: Vitalii Pavlyshynets – Unsplash

Como ter uma boa alimentação é um assunto que faz parte das nossas vidas desde pequenos, na terceira idade, a desidratação é um problema recorrente e sério. Primeiro, vamos entender como acontece para, em seguida aprender a preveni-lo.

Estima-se que a perda corporal de 10% de água provoca danos graves e, de 20% pode levar à morte. Assim como o oxigênio, que nunca pode faltar aos tecidos, a água chega a ser quase tão importante quanto (Portal do Envelhecimento, 2017).

A água é responsável pelo equilíbrio térmico do corpo, auxilia no transporte de nutrientes para as células pelo do sangue e promove a limpeza e a desintoxicação do organismo. Além disso, ela ajuda na digestão, no funcionamento do intestino, protege o coração e aumenta a resistência física.

Durante o processo natural do envelhecimento, existe a perda da sede, que faz com que pessoas idosas digam que não sentem mais sede. É verdade que elas não sentem sede como quando jovens, mas é importante que saibam que isso não significa que não precisem ingerir líquidos, muito pelo contrário. Nessa fase, a ingestão de líquidos é ainda mais importante porque idosos desidratam mais rápido que adultos mais jovens.

Uma pessoa idosa desidratada pode passar por diversos transtornos: fraqueza, cansaço, desânimo e confusão mental. Além disso, alguns medicamentos podem induzir o usuário a urinar mais vezes, liberando um volume ainda maior de líquido todos os dias, podendo também causar um quadro de desidratação.

O que um caso de desidratação pode causar?

  • Maior risco de quedas
  • Infecção urinária
  • Confusão mental

Como evitar um quadro de desidratação nas pessoas idosas?

Se você convive com um idoso, incentive a ingestão de líquidos ao longo do dia. O segredo é variar nas opções: água, suco de frutas, chás, água de coco e frutas. Aproveite para beber você também. Dê preferência aos copos pequenos e ofereça várias vezes ao dia.

  • Mantenha as bebidas que eles mais gostam próximas
  • Ofereça também alimentos ricos em líquidos, como frutas aquosas (melancia, melão e laranja), sopas, picolés ou gelatinas

É comum que os cuidadores ou familiares se assustem com quadros de grande confusão mental na pessoa idosa. Casos assim costumam ser desidratação ou infecção urinária. Em qualquer um dos casos, um médico deve ser procurado imediatamente.

Uma curiosidade! A pessoa idosa tem 50% menos de líquido no corpo do que o necessário.

Sobre a autora:

Daniela Santilli

Daniela Santilli, fundadora do Plano Cuida Idoso, onde escreve e compartilha sobre cuidados, direitos e experiências com a terceira idade, formada cuidadora de idosos pela Cruz Vermelha, estudante de Gerontologia. Atua no mercado atendendo a pessoa idosa e seus familiares em casa, onde trabalha segurança, organização, afeto e reinserção social da pessoa idosa.

Madu

Receba conteúdos especiais da Madu pelo seu email

Somos guardiões das memórias afetivas de tudo que vivemos e queremos compartilhá-las. Vamos juntas e juntos construir relações de afeto entre gerações? Te esperamos pra mais essa jornada! Conheça o nosso manifesto clicando aqui.

Veja nosso Manifesto